fotografia

Fotometria Básica

segunda-feira, agosto 04, 2014

Como fotografar usando câmera DSLR - semi-profissional

AVISO: Esse é um daqueles posts úteis e grandes que, se você se interessar vai ler num segundo!
Acho que finalmente encontrei algo que eu gosto de falar mais do que as outras coisas que falo aqui: fotografia. Depois que comecei o curso, morro de vontade de compartilhar aqui tudo o que aprendo, para não esquecer, para reforçar o que aprendo e para ensinar quem gosta também! Pretendo fazer uma série de posts ensinando tudinho para vocês, e para esse primeiro post, vou explicar um pouco sobre o que é fotografia. Juro que vou tentar ser breve e prática em todos os posts. Ah, eu quero opiniões sinceras sobre esse tipo de post, afinal é a primeira vez que faço algo do tipo, não deixem de comentar!
O blog vai falar sobre fotografia mas esse não será o único assunto dele, viu? Pode ser que agora fotografia ganhe um destaque a mais, mas não é isso que me impedirá de falar sobre as outras coisas que gosto.

Antes de tudo é importante saber que, a partir de agora você vai aprender a abandonar todas as funções automáticas da sua câmera! É só no modo manual gente, afinal essa é a graça de ser fotógrafo, se for só para apertar um botão não tem graça. Vamos começar com um pouco de teoria, para entender como tudo funciona é preciso saber o que vou contar aí embaixo:
Segundo o dicionário, fotografia significa:"1 Arte ou processo de produzir, pela ação da luz, ou qualquer espécie de energia radiante, sobre uma superfície sensibilizada, imagens obtidas mediante uma câmara escura."


Ou seja, sabemos que a fotografia é construída através da luz que entra na câmera fotográfica. Para que a sua fotografia saia nítida, com claridade suficiente para ser enxergada de forma parecida ao olho humano, é preciso controlar a luz que entra na câmera fotográfica. E como controlamos essa luz? Existem três funções que fazem isso na câmera, e vou explicar superficialmente sobre elas, afinal cada uma merece um post detalhado:


1 - ISO: é a sensibilidade do sensor da sua câmera à luz do ambiente, quanto menor o número do ISO, menos luz entra para a captação da fotografia, quanto maior o número, mais luz. Isso é fácil, mas a fotografia é um jogo de perdas e ganhos, então se você usar um número alto de ISO, sua fotografia ficará bem clara e consequentemente perderá a qualidade, pois ficará mais granulada (cheia de ruídos). Geralmente as câmeras DSLR de entrada vão de ISO 100 a 6400.


2 - Velocidade do Obturador: funciona como uma janelinha na câmera que controla o tempo de exposição da fotografia. É o tempo em que essa janelinha fica aberta recebendo luz para compor a fotografia e geralmente essa velocidade é de menos de um segundo. Na minha T3i, por exemplo, a velocidade do obturador vai até 1/4000 segundos, ou seja, divida um segundo por 4 mil. E a menor velocidade é 30 segundos, imagina sua foto sendo feita por 30 segundos? Você não poderia se mexer por 30 segundos! Hahahahaha na verdade, velocidades baixas assim são usadas quando se tem um tripé. E como eu já falei, a fotografia é um jogo de perdas e ganhos, quanto menor o tempo de exposição, menos luz entra na câmera, então sua fotografia fica mais escura, só que, se você deixar o obturador numa velocidade muito lenta, vai entrar bastante luz e a possibilidade da foto sair tremida é maior.
3 - Abertura do Diafragma: É a única das três funções que depende da lente objetiva e não da câmera e é a mais complicada de entender também. É um dispositivo que se abre e fecha na lente para permitir a entrada de mais ou menos luz, ou seja, funciona como uma janelinha também. É representado pela letra F, sendo que, quanto menor é o número F, mais luz o diafragma permite passar para compor a fotografia e quanto maior é o número F, menos luz entra. O diafragma é um pouco mais complexo que isso e vou explicar tudo num post exclusivo para ele! Eu só tenho a lente do kit por enquanto, a 18-55mm, e o menor número F que ela permite é 3.5, o maior é o 22.

O que é fotometria?
É o controle da quantidade de luz que a fotografia necessita para ser composta.

E como fotometrar corretamente?
Combinando os números do ISO, da velocidade do obturador e da abertura do diafragma afim de deixar a fotografia com menos ruídos possível e sem tremer! É por isso que os equipamentos de luz (ou fotografar ao ar livre) são tão importantes para quem quer ter uma fotografia de qualidade, pois quanto menor é o número dessas três funções, mais bonita a sua fotografia vai ficar! 

A intenção é zerar o fotômetro, ou seja, deixar a setinha para cima branco junto com a setinha para baixo. Se o pontinho estiver para o lado negativo, significa que a sua fotografia está recebendo menos luz que o necessário e se estiver para o positivo, significa que a fotografia está recebendo mais luz que o necessário.

Exercícios:
  1. Coloque sua câmera no modo manual de fotografar.
  2. Leia o manual de instruções dela e encontre os botões para ajustar os valores do ISO, da velocidade do obturador e da abertura do diafragma.
  3. Entenda a sua câmera, veja quais são os números mínimos e máximos que ela te permite no ISO, velocidade do obturador e abertura do diafragma.
  4. Fotografe dentro de casa, durante o dia (de preferência de manhã), um objeto parado. ISO: 800 / Diafragma: 8.0 e encontre velocidade correta do obturador para que seu fotômetro fique no zero.
  5. Fotografe a mesma cena anterior, com ISO 400 e depois 1600 e diafragma 8.0. Encontre a velocidade correta para zerar o fotômetro.
  6. Fotografe em ambientes de luz diferentes e encontre a fotometria correta para cada um.
Fonte das imagens: Tela da câmera - Abertura do diafragma - Fotômetro

You Might Also Like

0 comentários

Não esquece de deixar seu comentário, tá? Ele me anima a escrever mais e mais!

meus posts no seu e-mail

Seguidores no Google+