Feminismo

10 características de um relacionamento abusivo

quarta-feira, março 04, 2015


Ontem a Carla me falou sobre a Jout Jout, e quando assisti o vídeo "não tira o batom vermelho!" as únicas coisas que conseguia pensar era "como não conheci essa mulher antes?", "quero ser amiga da Jout Jout" e "TODO MUNDO deveria assistir esse vídeo". Com apenas alguns cliques descobri que Jout Jout é tendência, tem muita gente falando sobre ela por aí e esse assunto é importante, tem que ser falado mesmo! A Ana de Césaro falou sobre isso, a Paula Buzzo também falou (entre muitas outras) e você pode conferir o que elas falaram clicando no nome delas.
A Jout Jout é demais, e nesse vídeo ela fala de relacionamentos abusivos e como identificar que você está dentro de um. Antes de tudo ela diz que um abuso pode vir de mulher pra homem, mulher para mulher, homem para homem, e, inclusive de amigo(a) para amigo(a), mas para ilustrar o vídeo ela pegou um homem que abusa psicologicamente de uma mulher dentro de um relacionamento amoroso. Eu também vou usar esse exemplo, até porque, acredito que 90% do meu público é mulher. 
Relacionamento abusivo é quando alguém tem seus direitos como pessoa/ser humano/companheiro violados pela pessoa com quem se relaciona. É quando você não pode fazer/falar/gostar/vestir/andar como quiser porque o seu parceiro, de certa forma te proíbe disso. É quando ele faz pressão psicológica para que você se molde aos gostos dele, é quando ele te faz sentir uma pessoa ruim, pouca coisa, e é quando ele se acha seu dono.
10 características que podem te fazer identificar que está em um relacionamento abusivo:
  1. Seu parceiro te proíbe de usar certo tipo de roupa?
  2. Ele te faz estar sempre errada em todas as brigas?
  3. Te faz sentir mal e menor do que ele?
  4. É extremamente ciumento, à ponto de exigir que você deixe de se comunicar com algumas pessoas?
  5. Antes de se relacionar com ele, você se sentia mais feliz e livre?
  6. Diz ou insinua que se você se separar dele não encontrará alguém melhor?
  7. Não deixa, em hipótese alguma, que você termine o relacionamento (ou ele fará alguma besteira)?
  8. Briga com você quando você não faz alguma tarefa de casa que nem deveria ser sua responsabilidade (exemplo: lavar a roupa dele)?
  9. Ele pode sair com os amigos, passar a noite fora sem dar satisfação e você não/nem pensar?
  10. Quer fuçar suas redes sociais e/ou aparelhos com coisas pessoais como notebook e celular e não te deixa fazer o mesmo com ele?
Se você respondeu sim para qualquer uma (sim, pode ser umazinha só) dessas perguntas, fique atenta, observe as atitudes do seu parceiro, e alerta perigo amiga! Pule fora. 
Antes de qualquer coisa devemos nos amar, nos respeitar e saber que somos digna de alguém que realmente nos mereça.
  • Não precisamos de alguém que queira ser maior que nós, mas alguém que queira nos completar, nos fazer crescer e fique feliz por isso.
  • Não precisamos de alguém que nos faça sentir uma burra que só faz/fala coisas erradas, mas de alguém que saiba dialogar e resolver os conflitos de forma sábia e madura.
  • Não precisamos de alguém para ditar a roupa que usamos, somos adultas, donas de nós, temos capacidade de escolher o que vestimos e fazemos e temos gostos e vontades que devem ser respeitados, temos o direito de fazer e vestir o que quisermos.
  • Não precisamos de alguém inseguro que ache que qualquer pessoa que se aproxima de você é um risco, você também está no mundo, também precisa se comunicar, ter amigas e amigos, viver em comunidade, fazer novas amizades, conhecer novas pessoas e isso não significa que vai sair traindo ele à torto e à direito com qualquer pessoa que aparecer na sua frente. Precisamos de alguém que confie.
  • Um namoro deve te fazer mais leve, mais sorridente, mais feliz. Se ele está te entristecendo amiga, saia dessa! Se ame e não queira isso para a sua eternidade.
  • Acredite: ele não é o único, nem o último homem do universo, você vai encontrar alguém mil vezes melhor e se não encontrar também, você não precisa de ninguém além de você mesma para ser feliz. Antes de ser feliz com alguém, aprenda a ser feliz sozinha.
  • Redes sociais, celular, notebook, agenda, diário, entre outras coisas são itens pessoais, onde você guarda suas informações, onde tem conversa com amigas/amigos que outras pessoas não podem saber, onde você desabafa com suas amigas e elas desabafam com você, onde tem informações pessoas de outras pessoas, inclusive. Ele tem que saber respeitar sua privacidade, sua intimidade, e ele tem que confiar em você amiga! Um relacionamento sem confiança e em que você não tem liberdade de ter privacidade é um relacionamento abusivo também.

Vamos categorizar os relacionamentos abusivos em 3 níveis, mas que fique claro que isso é só para ilustrar:

Nível 1 - não há liberdade de escolha (proibição de usar certos tipos de roupas), você está sempre errado(a) nas brigas, proibição de se comunicar com seus ex namorados, amigos ou amigas com quem ele(a) não vai com a cara.

Nível 2 - não há respeito de privacidade (quer fuçar suas redes sociais e seu celular), não há igualdade (ele/ela pode sair (e sai sempre sozinho ou com amigos/as) e você não pode), em algumas situações te faz sentir menor do que ele(a), você se sente mais triste do que quando não o conhecia.

Nível 3 - te fez ser totalmente dependente dele(a), briga com você quando não faz algo para ele(a) que ele(a) deveria fazer, diz que se você terminar, ele(a) vai fazer alguma besteira (do tipo se matar, te matar, matar alguém, etc).

Um relacionamento abusivo nível 1 pode facilmente progredir para o nível 2, assim como o nível 2 pode chegar ao nível 3 que pode chegar em agressão física, porque já é claro que há agressão verbal e psicológica nesse relacionamento. Sabe aquela história de cortar o mal pela raíz? De prevenir ao invés de remediar? Pois é, fica atenta!

You Might Also Like

0 comentários

Não esquece de deixar seu comentário, tá? Ele me anima a escrever mais e mais!

meus posts no seu e-mail

Seguidores no Google+